quinta-feira, janeiro 06, 2005

Encanto salgado

Triste rocha dura
Feita de pedra e cal
Era agora uma armadura
Protectora de todo o mal

Emperrada pelo tempo
Com receio do que possa vir
A casca de cimento
Impedia o sorrir

A triste rocha dura
Sentada à beira-mar
Ouvia agora com ternura
O manto de água a cantar

Era bonito o canto,
Toda aquela balada
E enorme foi o encanto
O da rocha salpicada

O mago pingo de sal
Rachara a carapaça
e desdevendara o coração de cristal
Salvo assim, da esperada desgraça

1 comentário:

Yurei disse...

:O! Que lindo Lubito...
*x*X*x*